Adelmario Coelho representa o autêntico forró pé-de-serra, divulgando, através de suas canções, os costumes e a cultura do Nordeste. Do seu trabalho emana o calor, a alegria e a força do povo nordestino. Conhecido como o “Forrozeiro do Brasil”, traz em seu estilo vibrante uma variedade de ritmos como o baião, o xote e o xaxado, que se integram em shows inesquecíveis. O cantor já foi assistido por mais de um milhão de pessoas em suas turnês, que acumulam uma média de 120 shows por ano, realizando participações em grandes eventos e expandindo o forró não só durante o São João. Ao todo, sua carreira registra mais de mil shows e já ultrapassa a faixa de um milhão de CDs vendidos.

16 Entries

Não vale ser cabeça dura

post7

Olá minha querida nação forrozeira, tudo bem com vocês?

Eu me senti inspirado, hoje, a comentar sobre um tema, que inclusive é parte de um título de uma música que canto.

Todo mundo alguma vez na vida já se deparou com uma pessoa cabeça dura. Você pode encontrá-las em qualquer lugar, na sua casa, na roda de amigos ou até no trabalho.

Como são pessoas inflexíveis, são de difícil convivência e, em algumas vezes são simplesmente insuportáveis.

Para se ter uma boa relação, é preciso saber lidar com as diferenças, evitar confrontos e discussões.

Não vale a pena ser cabeça dura no amor, na amizade e em situação nenhuma.

Como é uma pessoa cabeça dura?

Uma pessoa considerada cabeça dura é aquela pessoa que não muda de ideia sobre nada, ela se recusa a aceitar que a opinião do outro possa estar certa e ainda não diz o motivo da

Continue lendo

O que a gente sente quando perde um amor?

solidao

Olá minha nação forrozeira!

Outro dia, estava conversando com um amigo que tinha acabado de romper uma relação e ele estava desabafando. “E agora, Adelmario, o que eu faço?”. Fiquei refletindo sobre o que responder e percebi que quando se rompe uma relação, as emoções se tornam confusas e tudo fica turvo em nossa mente.

Quando acaba, vem a dor imensa e, depois de um período, sente-se que tudo passou, mas de repente a dor volta à tona outra vez.

O fato é que não tem como vivenciar a perda de um grande amor, e não cair, não afundar em um mar de lamúrias e desesperança, perdendo a fé em tudo e em todos. Pois, quando um grande amor se vai, a sensação é que uma parte de você também vai junto.

Dor

Sejam para homem ou mulher, a dor é real e de uma forma que você nunca imaginou

Continue lendo

Reflexão sobre situações na vida de um casal…

casal na praia

Olá minha nação forrozeira, tudo bem com vocês?

Hoje o tema é sobre as briguinhas de amor… é engraçado, não é minha gente? Quando se ama demais, às vezes, em vez de tudo fluir em plena harmonia, é comum as brigas acontecerem. “Mas por que isto, Adelmario?!”.

As brigas fazem parte da rotina de qualquer casal. Isso não quer dizer que você vai brigar todo dia, ou que seja saudável estar sempre em conflitos com o parceiro, mas que naturalmente, uma vez ou outra o casal se desentenderá.

É verdade que o amor não faz mal a ninguém, mas algumas situações podem deixar a pessoa insatisfeita com o companheiro.

E por que isso acontece?

Por que será que mesmo depois de tantos anos de casados, o casal ainda briga?

Quando o parceiro vive cobrando demais…

Vamos lá, minha gente! Eu não vou escolher lados, porque tanto o homem quanto a

Continue lendo

Por que todo mundo gosta de um chamego?

Sem-Título-1

Olá minha nação forrozeira, tudo bem?

Estou me dedicando cada vez mais a me aproximar de vocês de diversas formas. E tenho recebido muitas mensagens de carinho, com vários pedidos de músicas, para fazer shows pelas cidades do Brasil e pelo mundo afora!

Posso dizer que fico muito contente com tanta receptividade e hoje quero falar sobre um tema focado em uma das músicas que canto: CHAMEGO!

Tem gente que não sabe o que é chamego, mas com certeza já chamegou… O povo acha engraçado quando alguns dizem: “Vou-me embora chamegar”. Mas você sabe o que é o chamego?

Chamego é quando você toca na pele do outro…

Quando você sente o sussurro de quem gosta no ouvido…

Quando não consegue tirar da sua mente, aquela pessoa…

Quando sente necessidade de estar com ela e ser dela…

Quando você sente sua vida ser movida pelo amor dessa pessoa, e não

Continue lendo

Quando a gente sabe que é amor?

blog

Olá minha nação forrozeira, tudo bem?

Hoje, eu vim dividir outro tema muito legal com vocês. Quando eu canto as músicas de forró, eu me arrepio todo de emoção, sabiam?

E uma que tem sido muito pedida é a “Quando a gente sabe que é amor”. Eu reflito sobre como é bom se apaixonar e ter ao lado alguém que se ama muito, não é verdade?

E este seu forrozeiro aqui, Adelmario Coelho, sempre foi e é um homem que acredita no poder do amor!

Acontece sim, às vezes, da pessoa se sentir confusa, pensando se o que sente é de fato verdadeiro, se o outro merece esse carinho e aí, esse tipo de raciocínio vai tomando conta.

Mas quando é amor de verdade, o coração dá sinais!

E é isto que uma das minhas músicas de sucesso fala: “Quando a gente sabe que é amor”.   Com certeza você já

Continue lendo

Basta acreditar no amor da gente…

postblog1

E quem não gosta de forró? Forró tem disso… esse jeito de conectar as pessoas, de fazer dar certo, juntando o balanço para lá e para cá e quando você menos espera já está bem agarradinho!

Vamos nessa, minha gente! Hoje eu quero falar com vocês sobre esse tema lindo que é o amor! Aí, vocês me perguntam “Mas, Adelmário Coelho, o que é o Amor?”

Sabe aquela minha música “Basta Acreditar?”. Quando eu a canto, penso na letra dela que fala sobre essa dor que dói demais no peito, quando o amor da gente não está perto, quando a louca paixão parece fugir de nossas mãos e, então, só resta uma cama vazia e um coração perturbado de tanta solidão.

Quem ama, quem se apaixona passa por isso, sente o pesar da saudade e a angústia da ausência.

E quando você retorna e percebe que a pessoa mais uma

Continue lendo

Saiba tudo sobre Genival Lacerda, o grande artista da música nacional

Saiba-tudo-sobre-Genival-Lacerda,-o-grande-artista-da-música-nacional

Você conhece Genival Lacerda, autor do clássico nordestino “Severina Xique Xique”? Ele é um artista que já escreveu história na música brasileira e deixou um rastro de sonoridade e regionalismo por onde passou.

Quer saber mais sobre esse grande músico? Então continue lendo o artigo e inspire-se com a história de vida e de arte de Genival Lacerda.

Um pouco de história

Nascido em 15 de abril de 1931, na cidade de Campina Grande, na Paraíba, Genival Lacerda iniciou a sua carreira no Nordeste mesmo, mais precisamente na década de 50. Conhecido por cantar Forró, Xaxado e Baião, ele se mostrou um cantor e compositor habilidoso e, como instrumentista, seu ponto forte é a sanfona.

A consagração na década de 70

Embora o primeiro disco de Genival Lacerda (78 rotações) tenha sido gravado em 1955, alcançando um sucesso razoável com a canção “Coco de 56”, foi somente em 1975 que

Continue lendo

Conheça a história do Forró, o ritmo vindo do Nordeste que encantou todo país

08

O Forró é um ritmo contagiante. A paixão dos brasileiros por esse estilo musical pode ser explicado por dois motivos. Primeiro, porque ele é capaz de animar qualquer festa. Além disso, o Forró também é muito bom para a saúde, pois reduz calorias e fortalece os músculos das pernas, do abdômen e dos glúteos. Geralmente uma hora de Forró é capaz de queimar 200 calorias ou mais.

Mas, onde surgiu este ritmo que conquistou os brasileiros? Quais são os tipos de Forró mais conhecidos? Conheça essas e outras curiosidades logo abaixo!

Significado

A princípio é possível destacar que o termo “Forró” se refere a festa onde, normalmente, as pessoas dançam, tocam e se divertem. No entanto, o termo não é designado para todo tipo de festa ou para qualquer música. É necessário ter uma sequência de ritmos nordestinos como, por exemplo, o xaxado, coco, baião, xote, entre outros. Hoje em

Continue lendo

Conheça a história do Trio Nordestino do forró pé de serra!

Conheca_-história_Trio_Nordestino_forro_pe_de_serra-702x449

Forró pé de serra uma sanfona, uma zabumba e um triângulo. Três instrumentos simples, mas que quando tocados ao mesmo tempo podem fazer da música uma grande festa. Essa é a característica do forro pé de serra, ritmo que respeita as tradições e as características da música nordestina, sem instrumentos elétricos. E um de seus mais tradicionais representantes é o Trio Nordestino, cuja história se confunde com a do ritmo.

Formado em 1957 por Dominguinhos, Zé Minhoca e Zito, com a ajuda de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, o Trio Nordestino encontrou sua formação definitiva com Lindú (sanfona e voz), Cobrinha (triângulo) e Coroné (zabumba), um ano depois, em 1958.

De Salvador para o Rio de Janeiro

Os três começaram a carreira em Salvador, tocando no Pelourinho e fazendo o

Continue lendo

Campanha “Primeira Vista” leva você para noite romântica no Hotel Mercure

promocao2015-702×449

Para comemorar o sucesso do lançamento da nova música de trabalho, Adelmario Coelho lança a promoção “Amor à Primeira Vista” em parceria com a Belle Mundi Turismo, sua agência oficial e o Hotel Mercure. Para participar, os fãs precisam relatar como aconteceu uma história de amor à primeira vista e enviar uma foto com seu par para o e-mail promocao@adelmariocoelho.com.br

As melhores histórias serão selecionadas e publicadas na página oficial do artista no facebook e ficará disponível para votação popular, aquela que tiver a maior interação (curtidas) ganhará uma noite romântica com jantar e hospedagem no Hotel Mercure em Salvador. O resultado do casal vencedor será divulgado no dia 05/03.

As fotos do casal vencedor serão publicada nas redes sociais do artista no dia que forem desfrutar o prêmio. Leia o regulamento a seguir e curta a nossa página no facebook www.facebook.com/AdelmarioCoelho

Regulamento

Concurso: “Amor à

Continue lendo